COMO EVITAR GASTOS DESNECESSÁRIOS NO SEU ESTABELECIMENTO

Empreender é uma atividade que envolve investimentos. Eles começam já no momento em que a empresa é aberta, e vão desde as despesas com pessoal até os custos com água e eletricidade. Porém, nem todos os gastos são realmente necessários. Saber distinguir e evitar os gastos desnecessários em sua empresa é muito importante para garantir finanças saudáveis, preservando a lucratividade do negócio. A redução de despesas e aumento dos lucros é o objetivo de qualquer empresa. Entretanto, para atingir este estágio, é necessário percorrer um longo caminho.

Passe a registrar e classificar todas as despesas da empresa. O primeiro passo é enxergar onde acontecem todos os gastos da loja. Em seguida, analise individualmente o que é possível cortar. Entretanto, antes de qualquer ação de redução ou mesmo eliminação de determinado gasto, é preciso reconhecer se realmente essa despesa não vai impactar na geração de receitas. Para facilitar, já que são muitas despesas,foque nos maiores valores. No início pode parecer difícil, mas com o tempo você chegará até as pequenas despesas, que somadas correspondem a um valor considerável no final do mês. Vai passar a perceber que de “grão em grão a galinha enche o papo!”. Para controlar com eficiência e segurança é fundamental a utilização de um software. Mesmo que sua empresa ainda não utilize automação comercial no ponto de venda, você pode adotar um sistema financeiro.

Estoque

O estoque é o coração do varejo, por isso, uma boa gestão de estoque é fundamental para a sustentabilidade dos resultados. Controlar perdas, roubos, trocas e desperdícios trazem um resultado muito relevante no final do mês, chegando a até dobrar a espremida margem de lucro da loja. Para tanto é imprescindível que todos os produtos sejam cadastrados de forma adequada, a sua descrição, a quantidade de produto parado no estoque.Contudo, a importância do cadastro vai muito além de se ter uma boa descrição dos produtos e uma classificação bem feita dos departamentos. Os dados fiscais tributários também são fundamentais, pois eles são a base para o pagamento de impostos. Por isso, é fundamental que o varejista mantenha essa base atualizada e correta. É muito comum constatarmos que o varejista está pagando mais impostos do que deveria, pois, muitas vezes, não compensa adequadamente os créditos e não aproveita os regimes especiais.

Uma outra maneira de evitar gastos é não comprar produtos que vendem pouco e ficam parados no estoque – gerando tanto uma despesa inicial quanto uma despesa de armazenamento. “Às vezes, a empresa não tem gestão de estoque e o item encalha, em vez de circular. Produto parado é ruim para a saúde financeira da empresa”, diz Joelson Sampaio da FGV.

Política de pagamento

“Negocie bastante com seus fornecedores, sempre buscando o melhor preço. Isso é algo que pode ser feito a qualquer momento do negócio, e essencial para o capital de giro do empreendedor”, Sampaio, da FGV.

Estabelecer novas políticas com seus clientes pode ser uma maneira simples de cortar gastos na sua empresa. Será que você não está no vermelho por que parcela em muitas vezes, demorando a colher o que plantou? Ou, pior ainda: será que você não está no vermelho porque usa formas de pagamento que dão muita chance aos inadimplentes? “Tome cuidado com sua política de crédito e em aceitar pagamentos a prazo. Prefira pagamentos mais seguros, como cartão de débito. Não aceite meios de pagamentos que envolvam risco, como cheques e fiado”. Ainda falando sobre clientes: muito cuidado ao dar descontos. Se mal planejados, eles podem corroer sua margem de lucro e deixar seu negócio em um grande paradoxo: quanto mais vendas ele fizer, mais no vermelho estará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.